- SESC

- Faculdade Anhanguera

- Faculdade Projeção Guará

- Associação Nacional dos Motoristas.

- SINPETAXI

- Amigos da Saúde

- Casa do Ceará


- Metrô DF - Dezembro/2015

- São Sebastião - Igreja Santo Afonso - Outubro/2015

- Amigos da Saúde - Setembro/2015

- Lions Club - Setembro/2015

- TJDFT - Setembro/2015

- Sobradinho - Atacadão Dia a Dia - Agosto/2015

- Sobradinho - Lar dos Velhinhos - Julho/2015

- Riacho Fundo I - Centro Olímpico - Junho/2015

- Setor Comercial Sul - Dia do Oftalmologista -Maio/2015

- Rod. Plano Piloto - Abril/2015

- Recanto das Emas - UNISS - Abril/2015

- Riacho Fundo I - Mar/2015

- Recanto das Emas - Dez/2014

- Casa do Ceará- Nov/2014

- Empresa Agil- Nov/2014

- UnB/Agil- Nov/2014

- Estrutural - Out/2014

- MPDFT- Set/2014

- Samambaia- Ago/2014

- Varjão- Jul/2014

- Paranoá- Jun/2014

- Casa do Ceará- Maio/2014

- São Sebastião- Mar/2014

- Samambaia - Fev/2014

- Planaltina - Dez/2013

- BACEN - Ago/2013


- Missão Catarata
- Projeto Refrativa
- Projeto Glaucoma e Córnea
- Projeto Retina

- Projeto Estrabismo

 

-Evento Assistentes Sociais

-Apresentação dos Novos Médicos da FRAO

-Visita a ONG Amigos da Saúde

-Cirurgia de Catarata Congênita (presente da FRAO)

-Visita à Coordenação de Saúde da Presidência da República

-2º Natal Feliz na Casa do Ceará

-Treinamento Instituição Semiliberdade Feminina

-Evento Fortalecimento da Rede de Proteção

 

-Reportagem: Telejornal Band Cidade 2ª Edição 14/10/13

- Matéria: Clica Brasília 31/10/13

 

- Fellowship em Oftalmologia

- Estágio em Oftalmologia 2014

 


Nome:
E-mail para retorno:
Comentários:
   

 

 

 

Os olhos que apontam em direções diferentes têm uma condição chamada estrabismo. Existem quatro tipos de estrabismo: olhos cruzados (Esotropia-Figura I), olhos voltados para fora (Exotropia-Figura II) e os desalinhados verticalmente, em que um olho é alinhado mais alto (Hipertropia - Figura III) ou mais baixo que o outro (Hipotropia – Figura IV).

 

 

O estrabismo pode ser constante ou aparecer apenas em determinados momentos, por exemplo, quando os olhos estão cansados ​​ (estrabismo intermitente). Algumas crianças nascem estrábicas e outras desenvolvem o estrabismo durante a infância.
A ambliopia é um problema que se inicia quando a criança estrábica consegue suprimir (ou seja, 'desligar') um olho e, assim, evitar a visão dupla. Sem tratamento, estes pacientes sofrem perda da visão binocular e da estereopsia, isto é, da percepção de profundidade. Outros pacientes estrábicos podem ter uma limitação do seu campo de visão (visão periférica ou visão lateral) ou ainda, perda de visão central, se o estrabismo não for tratado. Em adultos, geralmente, o estrabismo decorre da falta de tratamento ou do tratamento sem sucesso na infância. Às vezes, o estrabismo se desenvolve em adultos após uma lesão ou doença. Quanto mais cedo o tratamento for iniciado, mais provável que os olhos sejam devidamente realinhados sem desenvolver a ambliopia. Como todas as cirurgias, a do estrabismo apresenta riscos, durante a consulta o cirurgião lhe apresentará os principais.

 

REALIZAÇÃO DE CIRURGIA DE ESTRABISMO PELA FRAO

 

Para fazer sua cirurgia de estrabismo pela FRAO você deve atender aos seguintes requisistos:

 

a) Não possuir plano de saúde;
b) não se encontrar inscrito para atendimento cirúrgico em hospital do Governo (SUS);
c) comprovar que não possui condições financeiras para pagamento da cirurgia em uma clínica particular;
d) submeter-se à consulta de avaliação com um médico da FRAO e à avaliação socioeconômica pelo assistente social da FRAO.


As consultas de avaliação e as cirurgias são realizadas a preços simbólicos na FRAO e no centro cirúrgico do HOB respectivamente.


FRAO - Fundação Regional de Assistência Oftalmológica. CNPJ: 24.949.836/0001-03 EQS 102/103 Bloco A Loja 119 Asa Sul - Brasília DF - Tel: (61) 3224-5480
Desenvolvimento, Criação e Manutenção - Bento Afonso dos Santos e Flávio Wesley Silva
Reprodução Proíbida Direitos Reservados © BAS Administração e Marketing Médico